A Casa da Eira Longa foi construída antes de 1750 pelos morgados de Vilar,como atestam os registos paroquiais da época.

A remodelação a que foi sujeita, na viragem do século XX para o Século XXI, apenas acrescentou bom gosto e conforto ao que aqui já existia.


Com efeito, o complexo mantém a estrutura arquitectónica de uma abastada casa de lavoura da região do Barroso; as casas de habitação e os arrumos envolvem um pátio interior; os antigos palheiros e estábulos, reconvertidos agora em museu, adega regional ou mesmo suite, definem o perímetro da eira exterior que dá o nome à casa.


Como manda a tradição, as grossas paredes continuam de granito; as traves, os forros, os soalhos e os móveis, de madeira de castanho.
Sendo composta de vários edifícios, a Casa da Eira Longa assemelha-se a uma aldeia nos confins doutra aldeia.


Tem para oferecer: um apartamento T2, três quartos duplos e duas suites, bem como piscina no meio de um amplo jardim relvado, court de ténis, parque infantil, adega regional, sala de convívio, museu, cozinha tradicional, barbecue e  espaço de estacionamento.

01

03

05

02

04

06