A Casa da Eira Longa, não só está bem enquadrada na Natureza, como parece fazer parte dela. Defronte do seu jardim, abre-se um soberbo cenário natural que, desde logo, convida à descoberta, à aventura, ao passeio a pé ou em BTT, em moto4 ou em jeep.
Tomando uma das veredas abertas ao longo dos tempos pelo caminhar dos homens entra-se num mundo de silêncio, magia e tranquilidade. No cimo dos convexos montes que, a oeste e sudoeste, bordam Vilar, aldeia de casas graníticas à boa maneira do Barroso, destaca-se o Alto da Vigia. Dois passos adiante, ergue-se, abrupto, o Castro de Lesenho, onde, no séc. XIX, foram encontradas quatros estátuas de guerreiros calaicos, testemunhos históricos anteriores à nacionalidade portuguesa, agora à guarda da Torre do Tombo. A vista daqui é grandiosa: alcança os picos do Gerês,  o Alvão, o Marão, os Cornos das Alturas, a Cabreira, os cerros de Cabeceiras de Bastos, a Serra de Santa Bárbara, o Larouco e, mais adiante, já na Galiza, a mítica Serra de Sanábria. A Sul, corre o sinuoso Rio Beça, conhecido pelas suas trutas. A poucos quilómetros para  Norte, encontra-se a albufeira da Barragem dos Pisões ou do Alto Rabagão, um apetecível lago artificial, onde é possível pescar, tomar banho e fazer canoagem.


Outros pontos de interesse: Termas de Carvalhelhos, Termas de Chaves, Parque de Aventura “Botica do Lazer”(Carvalhelhos), Igreja Românica de Covas do Barroso, Castelo de Montalegre, Eco-Museu de Boticas e Montalegre, Casino de Chaves,  Museu de Chaves, Ponte Pedrinha (romana), antigas Minas de Beça, campos de golf em Vidago. E ainda, um pouco por toda a parte: menhires pré-históricos, fontanários romanos, fortificações calaicas (castros), pelourinhos, fornos comunitários, engenhos de linho, moinhos e também cozinhas regionais, procuradas por pessoas do país inteiro.

No Verão, também se pode presenciar uma Chega de Bois.



01

03

05

 

02

04

06